20.11.09

Melhor/mais bem

Mais uma lição

      «O “homem” (no sentido “velvetundergroundsiano” e heroinómano de Waiting for the man) podia ter-se escondido “mais bem”. Melhor, diriam algumas almas gramaticalmente enganadas e mais escravas do momento» («O peixe dos arguidos», Miguel Esteves Cardoso, Público, 19.11.2009, p. 39). E bem enganadas, pelo menos pela eufonia e pelo uso, pois melhor é comparativo de bom e mais bem é comparativo de bem. Assim, «ter-se escondido mais bem».

[Post 2821]

2 comentários:

Anónimo disse...

No Dicionário Priberam, «melhor» é considerado comparativo de «bom», mas também é considerado comparativo de «bem». Em que é que ficamos?

françois disse...

Não pode ser tudo ao mesmo tempo (comparativo de bem e de bom)? Acho que ainda pode ser superlativo também. É a mesma palavra ou são palavras diferentes?