20.3.09

Principal Sousa, de novo

Populares?




      Afinal, D. José António de Meneses e Sousa Coutinho é mais parecido ao inspector Varatojo, por exemplo, do que a Che Guevara — principal Sousa se deveria ter escrito. Pus-me a reler Felizmente Há Luar! e leio esta fala de Beresford: «Sim, também aqui se pode sair a cavalo, mas os prados são secos, Excelência, e as árvores tão entisicadas que parecem ter sido todas plantadas pelo principal Sousa…» (Porto: Areal Editores, 2003, Acto I, p. 57). E vejo coisas curiosas. Manuel, uma personagem popular, pergunta: «Que é isto?» Talvez por ser «o mais consciente dos populares». Mas também Vicente, «um provocador em vias de promoção», pergunta: «Que me quer ele?» E Beresford: «Excelências: não vim aqui para perder tempo com conversas filosóficas. Venho falar-lhes de coisas mais sérias» (p. 41). Sttau Monteiro sabia escrever. Demasiado bem, talvez.


2 comentários:

João Pombo disse...

A língua às vezes anda mais depressa do que os dicionários.
Digo isto por causa dos nome do mais novo elemento dos ecopontos: o oleão.
Tenho dúvidas em escrever esta paravra. Se escrevo "óleo" devo escrever também "óleão" ou o acento cai e passa a "oleão"?
Agradecido.

João Pombo

Helder Guégués disse...

Escreva «oleão», que estará bem.