10.3.09

«Stande»?

Não me convence

Até já me esquecia que o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa, regista e recomenda «stande». ‘Stá bem, mas, já agora, não era melhor «estande»? «Não se trata de nenhuma espécie de adoração de um novo carro, nem nenhum sinal de espanto perante a sua beleza. Trata-se, apenas, de dois vendedores que fazem exercício físico antes da abertura do stande, em Banguecoque. Com a crise, é preciso muita força para vender...» («Tailândia», Global Notícias, 10.03.2009, p. 2).

4 comentários:

Anónimo disse...

Caro Helder,

sabe indicar-me um bom prontuário ortográfico que respeite as normas do novo AO? Estou em busca, mas parece-me que estou a põr o carro à frente dos bois.
Em relação aos prontuários antes do novo AO, costumo consultar o "Novo Prontuário Ortográfico" de J. M. de Castro Pinto. Julga ser uma boa opção ou será melhor recomendar-me outro?
Obrigada desde já.

Marta

Helder Guégués disse...

Marta
Pode continuar a usar esse prontuário que tem, que é muito bom. Já veremos o que aparece até as novas regras entrarem em vigor.
Um abraço,
Helder

berta brás disse...

Gosto do seu blog. Escrevi um texto de resposta a um comentário anónimo, mas achei-o longo para este sítio. Mas não consigo entrar no seu blog, já por 4 vezes tentei. Se quiser lê-lo, ou eventualmente utilizá-lo, poderá fazê-lo no blog Por AmaisB. Desculpe a utilização deste meio. Concordo com o apagado "estande", no caso do aportuguesamento, mas preferia manter o "stand", tal como o "stop"... Os meus cumprimentos.

Helder Guégués disse...

Cara Berta Brás
Não sabe como me apraz que faça comentários aos meus textos. Muito obrigado pelos seus contributos.
Cordialmente,
Helder Guégués