27.11.10

Graus: Celsius ou centígrados?

Aplaudido


      No final da Edição das Dez, na TVI24, Henrique Garcia (de quem não gosto da voz trovosa, mas também não gosto dos novos óculos de Paulo Rangel e estou caladinho) falou da meteorologia, e disse sempre «graus Celsius». É, provavelmente, caso único em toda a televisão. Embora no Ciberdúvidas se diga que é indiferente graus Celsius e graus centígrados (mas, como noutras matérias, afirmam isto e o contrário), os entendidos que oiço e leio afirmam o contrário. Correcto é grau Celsius.

[Post 4131]

5 comentários:

Anónimo disse...

A designação «graus centígrados» foi abolida na Conferência Geral de Pesos e Medidas de 1948, a partir da qual passou a usar-se apenas a designação «graus Celsius». Não se compreende que, mais de sessenta anos depois, ainda haja quem a use.
A expressão «grau centígrado» está também incorrecta do ponto de vista semântico, já que centígrado é um centésimo de grado (unidade de ângulo plano, não de temperatura). Logo, também não é correcto dizer-se que a escala Celsius é uma escala centígrada. Quando eu era estudante era-nos permitido dizer que a escala Celsius era uma escala centesimal, já que o grau Celsius correspondia a uma centésima parte do intervalo de temperaturas entre o ponto de gelo e o ponto de vapor. Mas hoje em dia nem isso se pode dizer: os valores aceites actualmente para as temperaturas dos pontos de gelo e vapor, respectivamente, são tg=0 ºC (por definição, a partir da escala Kelvin) e tv=99,974 ºC (com um erro experimental de 0.003 ºC), pelo que tv-tg já não é igual a 100 ºC. Concluindo: a escala Celsius actual não é nem uma escala centígrada nem uma escala centesimal.

Fernando Ferreira

Helder Guégués disse...

Caro Fernando Ferreira,
Muito obrigado pelo seu esclarecimento, sempre esperado, por bem informado, em matérias científicas. Foi claríssima a explicação, e por isso mesmo, se me permite, corrijo o acrescento de que se trata de uma escala centígrada.

Anónimo disse...

Não precisa de agradecer, Helder. Se alguém tem de agradecer, sou eu. Os meus contributos neste blogue (comentário aqui, comentário acolá) são desprezáveis em relação a tudo aquilo que aprendo diariamente com a sua leitura.

Fernando Ferreira

Jim das Selvas disse...

Outro termo vítima de grande confusão das pessoas, até das que lidam na área dos cartórios, é o RUBRICA.
A maioria diz RÚBRICA e, penso, brevemente teremos a confirmação da infame tese de que 'a mentira tantas vezes dita acaba se tornando verdade'.

Jim das Selvas disse...

Outro termo vítima de grande confusão das pessoas, até das que lidam na área dos cartórios, é o RUBRICA.
A maioria diz RÚBRICA e, penso, brevemente teremos a confirmação da infame tese de que 'a mentira tantas vezes dita acaba se tornando verdade'.