24.2.11

Acordo Ortográfico

Ensandeceram

      Relativo a matéria? Matérico. Inopcidade (?). Linguagem de filósofo, mas não é disto que quero falar. No laboratório, vejo que alguns escrevem (e não são professores de Física disléxicos) «fição», outros escrevem (e não são cegos) «diotrias». É o novo acordo ortográfico e são professores que assim escrevem. Pês e cês é tudo para deitar abaixo a esmo e a eito. Vamos a ver se o que sobra é legível.

[Post 4488]

8 comentários:

Anónimo disse...

As traduções brasileiras que por cá circulam contribuem significativamente para a confusão. Há dias tive de explicar aos meus alunos que, contrariamente à grafia usada no livro de texto que estão a seguir, cá em Portugal continuaremos a escrever «secção».

Fernando Ferreira

Bic Laranja disse...

Ah! Ah! Ah!
Quando o certo passa a ser errado todo o errado bate certo.
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!

R.A. disse...

Valha-nos, ao menos, a certeza de que nos anos que se seguiram às reformas ortográficas do século XX português, muitos dos que se riram assim deixaram de rir ao fim de algum tempo...

Não devem ter tido necessidade de ir à pharmacia por perderem as suas assignaladas luctas... Ih! Ih! Ih!

Bic Laranja disse...

Pois saiba o caro R.A. que eu digo e oiço sempre pharmacia com "ph". Que o meu amigo oiça "f" é lá consigo.
Cumpts.

C. Kupo disse...

Não há limites para o retrogradismo...

Anónimo disse...

Nem para o progressismo. E assim sempre se compensam...
- Mont.

Bic Laranja disse...

Dizer "retrogradismo" eleva o objecto retrógrado, soa como doutrina a propender para sciencia. Não me levo em tal conta, mas obrigado!
Cumpts.

Jorge disse...

Mas que tem isto a ver com acordo ortografico? Isto é burrice, pura e simples, por parte de gente que ignora por completo o que seja uma consoante muda. E está-se nas tintas para aprender, ou talvez não tenha capacidade intelectual para tanto. Convenhamos, é complicado. Consoante muda: consoante que não se pronuncia. Isto só com um curso, senhores, só com um curso. Que digo? Com dois, no mínimo!