21.12.08

Iliteracia

Para eles, é tudo grego


      Um grupo de insurrectos ordeiros (tomem lá um oxímoro) reuniu-se ontem na Praça da Figueira em solidariedade com o movimento grego, respondendo assim ao apelo da Assembleia de Ocupantes da Universidade Politécnica de Atenas. Empunhavam vários cartazes, e num deles lia-se «inssurectos», prova de que a concentração não foi feita pelos melhores alunos. Contudo, noutro cartaz lia-se «Somos todos gregos», o que desculpa o facto de não dominarem a ortografia da língua portuguesa.
      Meninos rabinos: não existe em português a sequência nss. Sim, a MorDebe e alguns dicionários estão errados. Qual «transsexual», qual carapuça!

3 comentários:

Alberto Martinet disse...

O humor do professor está hoje supimpa. Parabéns!

Cordialmente

Anónimo disse...

Isso, graxa. muita graxa.
O senhor professor gosta e publica. Caso contrário, calúnia, calúnia, censura, censura, censura... Este blog é inenarrável. Parabéns!

Cordialmente

Helder Guégués disse...

Caro Alberto Martinet
Obrigado pelas suas palavras.

Inenarrável anónimo
Veja o seu contributo para este blogue. Escrito a verde…