10.2.09

«Dignitário» e não «dignatário»

Por quem é

      Um leitor acaba de me dizer que Manuel António Pina, na edição de hoje do Jornal de Notícias, usou a palavra «dignatário» na sua crónica, Por Outras Palavras. «Os escrúpulos científicos deste e outros dignatários desta e doutras igrejas inquietam-me sempre.» Esta questão nunca aqui foi tratada, mas alguns leitores saberão que «dignatário» não é vocábulo correcto, que se usará talvez por influência de «dignar». Correcto é «dignitário». Se vem do latim dignitas…

3 comentários:

Paulo Araujo disse...

No Brasil ficamos com a controvérsia: VOLP, Houaiss, Aulete e Borba (uso)consignam as duas formas; Aurélio e Michaelis somente 'dignitário'.

Helder Guégués disse...

Por vezes, os dicionaristas — quando são dicionaristas a fazê-los, porque há curiosos metidos no negócio, pelo menos em Portugal — também dormitam quando registam os vocábulos. De resto, como sabe, o simples registo de um vocábulo, dependendo embora dos dicionários, não legitima o seu uso.

Helder Guégués disse...

Acabei de ler esta frase em inglês: «The dignitaries, the uniformed chiefs of police and the fire department among them, sat out in the square in a row of folding chairs, removing their hats now and then to mop their brows.»