3.11.10

Arcaísmo: «tamalavez»

Perdeu-se


      Ledo, por mor de, quiçá, samicas, soer... entre outros arcaísmos fonéticos, morfológicos e sintácticos vão sendo usados, e mesmo registados em alguns dicionários, mas vejam este: «Sustentam-nos com arroz cozido envolto em uma gema de ovo, tamalavez sobre o seco, que se fiquem enganando, parecendo-lhe[s] bichinhos» (Tratado das Coisas da China, Fr. Gaspar da Cruz. Introdução, modernização do texto e notas de Rui Manuel Loureiro. Lisboa: Biblioteca Editores Independentes, 2010, p. 145). Este advérbio já não aparece em nenhum dicionário. Vale por «algum tanto, alguma coisa, de algum modo». Em «A Visita das Fontes», Apólogo Dialogal Terceiro, de D. Francisco Manuel de Melo, também se lê este advérbio.

[Post 4042]

4 comentários:

Maria de disse...

Caro Guégués,
Esse advérbio aparece no Dicionário Houaiss [não na versão manhosa de 2009 que é bem mais pequena do que a anterior sem que os utilizadores compradores tenham sido disso avisados (compraram gatinho por lebre...)], mas na anterior...

Helder Guégués disse...

Tem razão, acabei de o confirmar. Habituei-me, pela facilidade, a consultar a versão electrónica, de longe inferior. De qualquer modo, em substância, nada muda em relação ao que afirmei.

Anónimo disse...

Este, efectivamente, finou-se, e seria de todo o ponto descabido em qualquer texto actual, por muito boa vontade que se tenha em recuperar vozes antigas, mas não antiquadas.
- Montexto

Paulo Araujo disse...

Sem o propósito de querer
polemizar, consta na 4ª capa do Houaiss 2009: "Este novo Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa usa a estrutura do consagrado Grande Dicionário Houaiss da Língua Potuguesa, sintetizando suas informações num formato moderno e eficaz". É uma lebre menor, como está exposto, não um gatinho.