14.4.11

Tradução

Laconismo

      Lembram-se dos fachis? Acudiram-me à memória agora quando vi esta frase: «Then it’s all off to Chopsticks for a Chinese.» Tradução? «Depois vão todos ao Chopsticks comer chinês.» Não sabia que agora se dizia assim... «comer chinês». De elipse em elipse, tudo fica subentendido. Talvez pensem que só escritores descuidados como Tomaz de Figueiredo é que escrevem «comer comida»: «E lá por essa Lisboa, de língua de fora, a abafar de calor, a comer em restaurantes, mal comido e a comer comidas indigestas...» (A Gata Borralheira, Tomaz de Figueiredo. Lisboa: Guimarães Editora, 1961, p. 27).


[Post 4690]


5 comentários:

Anónimo disse...

«... a comer em restaurantes, mal comido e a comer comidas indigestas...»: bem pode pregar o escritor Tomaz, mas não escrevas como ele faz.
— Montexto

Anónimo disse...

A expressão «comer chinês» é já muito frequente, pelo menos na minha cidade. Além disso, a elipse está presente também no texto original. Daí que a tradução não me repugne (ao contrário de algum chinês).

Luís Fernando disse...

E os "Chopsticks" ficaram assim mesmo? Nada de "pauzinhos" ou coisa que o valha?

Helder Guégués disse...

No caso, Chopsticks é o nome do restaurante.

Luís Fernando disse...

Ah, sim. Agora faz todo o sentido. XD